A primeira alface criada em ambiente espacial é comida por astronautas em órbita

199 Flares 199 Flares ×

Sim, é exatamente o que você leu. O primeiro alimento criado em um ambiente de microgravidade, única alface já colhida sem uma atmosfera foi consumido pelos astronautas da NASA na Estação Espacial Internacional. Este fato tem um significado enorme para a agricultura espacial e para a dieta dos astronautas que estão acostumados a comer comida desidratada no espaço.

A alface romana vermelha foi cultivada em uma caixa especial de crescimento de plantas chamada Veg-01, que foi levada para o espaço a bordo da nave SpaceX Dragon e utiliza luzes LED multicoloridas para estimular o desenvolvimento das plantas.

As sementes ficaram em órbita por quinze meses antes de serem plantadas, em 08 de julho, e levaram 33 dias para ficarem prontas para serem colhidas. Só agora depois de um ano, os astronautas puderam saborear o gostinho da alface produzida no espaço. Eles comeram uma metade e enviaram a outra metade para a Terra, objetivando análises científicas para dar continuidade a projetos ainda maiores no futuro.

eswtufa espacial 006

O projeto tem dois objetivos, explorar a agricultura espacial segura para consumo humano, o que poderia influenciar na colonização de outros planetas como Marte e também para melhor o estilo de vida dos astronautas no espaço, já que a NASA observa que o consumo de alimentos verdes e frescos poderia ajudar a proteger os seres humanos contra a radiação espacial. Além de tudo isso, os astronautas ainda poderiam adotar a jardinagem como um hobby para acalmar a ansiedade, já que eles passam longas datas em um ambiente claustrofóbico.

 

estufa espacial 002

estufa espacial 005

estufa espacial 003

estufa espacial 004

estufa espacial 006

Via vox.comqz.com e vídeo do youtube

Veja também:

Compartilhe este artigo com os amigos!

199 Flares Twitter 1 Facebook 198 199 Flares ×
CompartilharTweet about this on TwitterShare on Google+Share on Facebook

admin

Brasileiro, paisagista e amante da natureza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.