Piscinas naturais ou biológicas: Você sabe do que se trata?

Enviado por Ludmila do blog Almoço de Sexta

Várias palavras servem para definir o conceito de piscinas biológicas, dentre elas: piscinas naturais, piscinas ecológicas, biopiscinas… Há relatos que as primeiras delas foram construídas na Áustria, nos anos 70.  De um modo geral, trata-se de um mix entre uma piscina tradicional e um lago artificial.  

Neste caso, parte da piscina é destinada para o banho e a outra parte é destinada para a depuração da água, por isso que são chamadas de biológicas, pois o tratamento é feito a partir das atividades naturais de autodepuração.

biopiscina-001

A água é tratada por filtragem e pela presença de vegetação aquática adequada e biofiltros, ou seja, ideal para o banho, principalmente para crianças e pessoas alérgicas, já que não utiliza produtos químicos, como o cloro. Além desse benefício, as piscinas biológicas proporcionam uma maior aproximação com a natureza.

biopiscina-002

Para ter uma dessas é preciso alguns cuidados ao projetá-la: a escolha do terreno, sua topografia e geometria, além do cuidado com o isolamento do solo. A escolha dos tipos de plantas aquáticas e pedras são de grande importância para garantir a purificação da água.  No Brasil, já existem empresas especializadas na construção das biopiscinas, sendo o seu custo inicial um pouco maior do que o de uma tradicional. No entanto, as piscinas convencionais requerem custos com os produtos químicos e energéticos. Já as piscinas biológicas chegam a reduzir em até 60% os gastos com a energia elétrica, através do uso de bombas mais eficientes e de baixo consumo.

dsc08014
Piscina Natural – exposição Casa Cor 2016 – São Paulo

Com os últimos avanços tecnológicos, é possível ter uma piscina biológica em espaços de apenas 50m², com raia de natação de 7,5 x 5,00m. “Após a habitual escavação, o buraco é impermeabilizado com uma tela que é solidamente afixada no local e a piscina é dividida em dois espaços distintos – a zona de lazer e natação e a zona das plantas aquáticas, as responsáveis pela manutenção da piscina biológica.

piscinas-biologicas-1024x439

O buraco é depois enchido e a tela impermeável fica completamente invisível. Graças à presença das plantas aquáticas, o resultado final é uma piscina com um ar muito natural, muito semelhante a um lago” (ABCpisicnas).

biopiscina-005

Uma das poucas restrições é para quem não gosta muito de bicho, já que provavelmente haverá animais anfíbios nas zonas das plantas aquáticas e que podem surgir ocasionalmente na área de banho. Mas acredito que o perfil de usuário deste tipo de piscina não irá se incomodar com este fato.

O ideal é ter uma equipe multidisciplinar (arquitetos, biólogos, engenheiros, paisagistas) para que a sua piscina biológica fique em total harmonia com  o entorno.

Imagens via Almoço de Sexta, Arquidicas e Somos Verdes

Veja também:

Compartilhe este artigo com os amigos!

Written By
More from Somos Verdes

4 Comments

Deixe uma resposta