Repelente caseiro eficaz contra mosquito transmissor da Dengue e formas de combate

Como sabemos, o mosquito transmissor da Dengue habita há muito tempo as terras brasileiras, mas nem sempre ele esteve aqui. O Aedes aegypti, como o próprio nome anuncia, veio do norte da África diretamente para o Brasil através dos navios negreiros na época da colonização.

norte-da-africaImagem via Infoescola

Mas naquela época não era a Dengue que assustava e sim a Febre Amarela, que por sua vez também apresenta sintomas devastadores no corpo do homem. Vários navios negreiros eram literalmente abandonados para morrer, quando sua tripulação ficava contaminada com o vírus.

Ao chegar nas Américas, o Aedes aegypti se espalhou por todo o território e depois da Segunda Gurra Mundial, disseminou o vírus da Dengue por diversas áreas do mundo, tornando-o endêmico em mais de 110 países diferentes, principalmente em regiões tropicais como Oceania, África Oriental e das Américas. 

Hoje o Brasil tem sofrido com mais um surto dessa doença que é muito dolorosa e pode levar à morte. Aqui vão algumas dicas de como fazer a prevenção e como produzir um repelente caseiro para proteger sua família das picadas que transmitem a Dengue. Compartilhe essas informações com seus amigos!

combate a dengueImagem via Dengue.org

Observações:

  • Lembre-se que quando aplicar o repelente, deve-se evitar radiação solar direta por causa do óleo utilizado no preparo.
  • Aplicação deve ser feita com frequência, pois a duração do efeito repelente pode variar dependendo das condições e clima.
  • Esta é “minha receita caseira” e não foi submetida a pesquisas científicas, então tenha cautela, cada pessoa pode reagir de uma forma.

Assista ao vídeo para aprender a fazer o repelente caseiro!

Veja também:

Compartilhe com seus amigos no Facebook e curta nossa Fan Page. Gratidão!

Written By
More from Fernando

Exposição de orquídeas mais impressionante que você já viu!

Já pensou em poder caminhar num jardim de flores flutuantes encantado? Essa...
Read More

2 Comments

Deixe uma resposta